quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

DURA (Guarda) despede 20 trabalhadores...

A DURA - Dura Automotives Portugal - (Ex-FEMSA) com sede em Vila Cortez do Mondego, no Concelho da GUARDA, "dispensou" no passado dia 22/12..., 20 trabalhadores.
Convém recordar que esta Empresa, até essa data, aínda mantinha 143 trabalhadores na fábrica da Guarda!
Para quem ler isto, poderá pensar que "só" são 143 trabalhadores!
Mas a realidade é muito mais "dura" e "crua" do que à 1ª leitura dá a sensação!...
Infelizmente estamos numa zona do interior, em que qualquer despedimento, por mais pequeno que seja, provoca sempre graves conflitos familiares e sociais.
Não esquecemos também, que a partir de 23 de Dezembro, os últimos 115 trabalhadores de um total de 315 (despedidos) da Empresa DELPHI, "marcaram" o cartão pela última vez!...
Alguns deles, não conseguiram esconder a emoção, nas trocas de abraços e votos de "boas festas", após terem "recebido esta prenda de Natal"!...
Mesmo antes da grave crise que estamos a atravessar, aqui na zona do interior (...onde o desemprego tem aumentado exponencialmente...), já era muito difícil, para um "jovem" (...ou menos jovem...) desempregado, conseguir "vender a sua força de trabalho" para poder sobreviver com um mínimo de dignidade (...tanto ele(a) como os familiares seus dependentes...), já vivíamos tempos difíceis..., quanto mais agora!...
Os TSD/Guarda, estão atentos e além de terem vindo a acompanhar esta (...e outras...) situação dramática, estão solidários com estas pessoas, que de um momento para o outro, ficaram sem o seu "ganha-pão".
É MUITO TRISTE PARA NÓS, TRABALHADORES SOCIAL DEMOCRATAS, TERMOS QUE ENCERRAR O ANO DE 2009 (...que quanto a nós, será para esquecer!...), com este tipo de intervenções!
Para todos os TRABALHDORES deste País, aqui deixamos, os nossos votos sinceros de um 2010, pelo menos, melhor que 2009.

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

É FAVOR BESUNTAREM-SE...


Supondo, por mera hipótese de raciocínio, serem verdadeiros os vários factos que, segundo o semanário Sol, envolvem José Sócrates, as consequências de tal situação estão à vista: o Governo, o Estado e as instituições ficariam a tal ponto descredibilizados que a solução seria, pura e simplesmente, a demissão do primeiro-ministro pela prática reiterada de batotas várias, de todo incompatíveis com a lei e com a ética, com a dignidade do seu cargo e com o interesse nacional.
É evidente que toda a gente, incluindo os titulares de altos cargos políticos, tem direito à sua privacidade. E também é evidente ter havido uma grave violação (apenas mais uma...) do segredo de justiça.
Os apaniguados de Sócrates desmultiplicaram-se, numa operação mediática sem precedentes, a invocar razões puramente jurídicas em tudo quanto é sítio, procurando desviar as atenções do problema político e da sua real dimensão.
Mas o problema tornou-se escandalosamente político. E tornou-se também uma questão de decência. As coisas são o que são e são assim mesmo.
O presidente do Supremo Tribunal de Justiça e o procurador-geral da República viram-se metidos num verdadeiro imbróglio. Trata-se de dois altos magistrados, cuja idoneidade, rigor, competência e experiência
são absolutamente indiscutíveis.
Por muitas explicações que sejam dadas agora quanto ao calendário das remessas e da apreciação das certidões, foi nítido o embaraço decorrente da situação, aliás protelado ao longo de vários dias e artificialmente pontuado por reenvios de competências que deixaram toda a gente perplexa.
Ora nada disto terá decorrido da evidente inocuidade dos conteúdos das certidões enviadas. Se fossem inócuos tais conteúdos, qualquer deles poderia ter vindo logo a público dizer isso mesmo, dissipar dúvidas com a sua palavra autorizada e acalmar a opinião pública. Ninguém discutiria então a aplicação da lei.
Mas agora, mandadas destruir as certidões (e quem sabe se algum jornal tem cópia delas...), pode sempre pairar a suspeita de que esses conteúdos não eram afinal tão inócuos quanto isso e apontavam para qualquer coisa de política e juridicamente tão desconfortável que só um procedimento meramente formal conseguiu travar outros desenvolvimentos. No plano político, isso é desastroso e vira-se contra José Sócrates.
E afinal quem é que mandou fazer as escutas e analisou o resultado desses procedimentos. Terão sido políticos da oposição? Jornalistas de tablóides? Paparazzi desempregados? Jovens e ineptos utilizadores do Magalhães?
A resposta é confrangedoramente simples: foram magistrados portugueses, o procurador-coordenador do DIAP de Aveiro e o juiz de instrução criminal, no exercício das respectivas funções, quem sustentou existirem indícios da prática de um crime de atentado ao Estado de direito. Tratar-se-ia de puros incompetentes? De estagiários sem saber nem experiência? De loucos furiosos de justicialismo ultra-esquerdista a dispararem contra revoadas de mosquitos na outra banda? Ou antes de gente que achou ser de tal gravidade a matéria de que lhe chegavam indícios que entendeu do seu dever não agir de outra maneira?
Fosse como fosse, independentemente de apreciações formais, os factos que, pelo processo ínvio e lamentável da violação do segredo de justiça, vieram a público, adquiriram a maior relevância política e não há argumentação jurídica, por muito fundamentada que seja, que possa dissipar o seu efeito negativo.
O que é que faz com que José Sócrates e o seu naipe de ventríloquos e demais criaturas de serviço finjam não perceber o que se passa? Não há "salto à vara" que lhes permita passar airosamente por cima da situação criada, sem um esclarecimento muito sério que, dadas as circunstâncias, devia ser um imperativo político para o primeiro-ministro.
O mais deprimente é a sensação generalizada com que se fica de que Portugal está a caminho de se transformar numa república em que as bananas crescem num lodaçal. É nesses lugares que os valores se evaporam, as leis são impunemente violadas, tudo se degrada, todos os responsáveis são cúmplices e nada nem ninguém consegue evitar isso.
Mas é muitíssimo bem feito. Elegeram essa gente? Pois têm o que merecem... Assoem-se lá a esse guardanapo.
Besuntem-se com o resultado.
Amanhã ainda vai ser pior...

VASCO GRAÇA MOURA

"Eu não me besunto !
Não tenho nada a ver com "esta gente" ...
Tenho para mim (e já ouvi opinião concordante) que ISTO está a aproximar-se perigosamente da situação que deu lugar ao 28 de Maio..."

Comentário do companheiro M. Rebelo de Oliveira (enviado por E-mail) e que os TSD/Guarda subescrevem na íntegra!...

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Desemprego, já vamos em 523.680 inscritos!


"...Desemprego homólogo aumentou 28,2% em Novembro..."

"...O número de desempregados inscritos nos centros de emprego em Portugal subiu 28,2% em Novembro, face ao mesmo mês do ano passado, e aumentou 1,2% face a Outubro, segundo os dados hoje divulgados pelo Instituto de Emprego e Formação profissional..."

"...No final de Outubro, encontravam-se inscritos nos Centros de Emprego do Continente e das Regiões Autónomas 523.680 desempregados, mais 115.082 indivíduos do que há um ano atrás. Face a Outubro, o aumento foi de 1,2%, o que representa um acréscimo de 6.154 inscritos..."

Leia mais aqui

...E ESTE GOVERNO CONTINUA ASSOBIAR PARA O AR!...

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Presidente da República tem razão! O PS está autista e provocador.

Comunicado
O Presidente da República afirmou, e muito bem, que as preocupações dos Portugueses são vencer o desemprego, atacar o problema da dívida e investir nas empresas para aumentar a produtividade e a competitividade da nossa economia.
Qualquer cidadão comum concordará com estas preocupações, porque são de facto os grandes problemas com que o País se confronta.
O Eng.º Sócrates, com total despropósito, mandou um seu porta-voz, de segunda linha, desferir um ataque violentíssimo ao Presidente da República. Este facto é, mais um, bem revelador da dimensão de Estado do governo que temos.
Num momento em que centenas de milhares de famílias vêm os seus sonhos arruinados, com os empregos perdidos e com a miséria envergonhada a angustiar-lhe a vida, quais são as prioridades do governo? Casamento dos gays!
E se o mais Alto Magistrado da Nação tem o sentido nacional, de dizer publicamente o que pensa e sente sobre esses reais problemas das pessoas, o Governo Socialista ataca-o violentamente, quer impôr-lhe o silêncio, ou então que ele diga apenas aquilo que interessa aos interesses do PS.
O autismo e o estilo provocatório do Governo PS revelam que não tem consciência dos verdadeiros dramas de muitos portugueses e que, em vez de governar, prefere criar e alimentar querelas e vitimizar-se para tentar colher vantagens junto da opinião pública. O que significa que é um governo sem rumo e que não está à altura dos difíceis problemas nacionais.
Para os TSD, não há que hesitar quanto à prioridade principal das nossas preocupações – vencer o desemprego e apoiar os desempregados. Mas, infelizmente, com o rumo e os sinais que o governo vem dando, à dureza dos tempos de hoje anteveem-se dramas ainda maiores. O desemprego vai continuar a disparar e Portugal caminha para uma grave crise social sem que disso o governo tome a devida e atempada consciência.

Lisboa, 21 de Dezembro de 2009
O Secretariado Nacional

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

5.000 novos estágios para licenciados...


“...não vão ser escolhidos por concurso nacional, mas sim pelos dirigentes dos diversos serviços a quem o Governo incumbir de admitir esses estagiários que vão também ter um regime próprio benéfico de admissão nos serviços de acordo com as necessidades dos mesmos...”
“...aquilo que se prevê de benefício isentando os estagiários do período experimental dever ser também tornado extensível a todos os outros trabalhadores que, quando são colocados no exercício de funções na sequência de um concurso, têm que fazer os estágios...”
“...através deste projecto de diploma estão a ser criadas algumas desigualdades no que toca à integração dos trabalhadores estagiários nos serviços”, bem como “no que toca à integração daqueles que hoje estão já nos serviços detendo as habilitações e não conseguem integrar as carreiras para as quais as habilitações lhes dão direito de ingresso...”
"...Às inquietações do STE (Sindicato dos Quadros Técnicos do Etado), o Secretário de Estado, disse tratar-se de uma opção política do Governo, estando já assumido que vai ser assim, concluiu Picanço.

Leia mais aqui

Não será esta uma forma descaradamente encapotada de colocar "boys & girls" como estagiários, para depois se promoverem concursos "à medida"?!...
O "POLVO" não pára!......
A ver vamos!...

domingo, 20 de dezembro de 2009

Nº de desempregados pode ir até aos 15%


"...A população desempregada, estimada, foi de 547.700 indivíduos, mais 114.000 pessoas do que há um ano, o que representa uma subida de 26,3%. Em comparação com o trimestre passado há, por sua vez, mais 40.000 desempregados, significando uma subida de 7,9%..."
"...Julgo que a taxa de desemprego poderá chegar aos 15% quando as ajudas do Governo às empresas, à formação profissional e aos estágios terminar, seja por razões orçamentais, seja por razões estratégicas, disse à Lusa o economista Carlos Pereira da Silva..."
"...Segundo os mais recentes dados do IEFP, o número de desempregados inscritos nos centros de emprego em Portugal subiu 29,1% em Outubro, face ao mesmo mês do ano passado, para 517.526 desempregados, mais 116.712 indivíduos do que há um ano. Face a Setembro, o aumento foi de 1,4%, o que representa um acréscimo de 7.170 inscritos..."

Leia mais aqui

Mas mais grave é isto: segundo os mais recentes dados estatísticos, independentes do governo do Sr. Pinto de Sousa, o desemprego "real" já ultrapassou a fasquia dos 12%. Basta somar aos números do INE, os desempregados em formação profissional, (...e que não contam para as estatísticas do desemprego!...) e os desempregados que há muito desistirem de procurar emprego!...

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

O Palhaço


O palhaço
00h30m
O palhaço compra empresas de alta tecnologia em Puerto Rico por milhões, vende-as em Marrocos por uma caixa de robalos e fica com o troco. E diz que não fez nada. O palhaço compra acções não cotadas e num ano consegue que rendam 147,5 por cento. E acha bem.
O palhaço escuta as conversas dos outros e diz que está a ser escutado. O palhaço é um mentiroso. O palhaço quer sempre maiorias. Absolutas. O palhaço é absoluto. O palhaço é quem nos faz abster. Ou votar em branco. Ou escrever no boletim de voto que não gostamos de palhaços. O palhaço coloca notícias nos jornais. O palhaço torna-nos descrentes. Um palhaço é igual a outro palhaço. E a outro. E são iguais entre si. O palhaço mete medo. Porque está em todo o lado. E ataca sempre que pode. E ataca sempre que o mandam. Sempre às escondidas. Seja a dar pontapés nas costas de agricultores de milho transgénico seja a desviar as atenções para os ruídos de fundo. Seja a instaurar processos. Seja a arquivar processos. Porque o palhaço é só ruído de fundo. Pagam-lhe para ser isso com fundos públicos. E ele vende-se por isso. Por qualquer preço. O palhaço é cobarde. É um cobarde impiedoso. É sempre desalmado quando espuma ofensas ou quando tapa a cara e ataca agricultores. Depois diz que não fez nada. Ou pede desculpa. O palhaço não tem vergonha. O palhaço está em comissões que tiram conclusões. Depois diz que não concluiu. E esconde-se atrás dos outros vociferando insultos. O palhaço porta-se como um labrego no Parlamento, como um boçal nos conselhos de administração e é grosseiro nas entrevistas. O palhaço está nas escolas a ensinar palhaçadas. E nos tribunais. Também. O palhaço não tem género. Por isso, para ele, o género não conta. Tem o género que o mandam ter. Ou que lhe convém. Por isso pode casar com qualquer género. E fingir que tem género. Ou que não o tem. O palhaço faz mal orçamentos. E depois rectifica-os. E diz que não dá dinheiro para desvarios. E depois dá. Porque o mandaram dar. E o palhaço cumpre. E o palhaço nacionaliza bancos e fica com o dinheiro dos depositantes. Mas deixa depositantes na rua. Sem dinheiro. A fazerem figura de palhaços pobres. O palhaço rouba. Dinheiro público. E quando se vê que roubou, quer que se diga que não roubou. Quer que se finja que não se viu nada.
Depois diz que quem viu o insulta. Porque viu o que não devia ver.
O palhaço é ruído de fundo que há-de acabar como todo o mal. Mas antes ainda vai viabilizar orçamentos e centros comerciais em cima de reservas da natureza, ocupar bancos e construir comboios que ninguém quer. Vai destruir estádios que construiu e que afinal ninguém queria. E vai fazer muito barulho com as suas pandeiretas digitais saracoteando-se em palhaçadas por comissões parlamentares, comarcas, ordens, jornais, gabinetes e presidências, conselhos e igrejas, escolas e asilos, roubando e violando porque acha que o pode fazer. Porque acha que é regimental e normal agredir violar e roubar.
E com isto o palhaço tem vindo a crescer e a ocupar espaço e a perder cada vez mais vergonha. O palhaço é inimputável. Porque não lhe tem acontecido nada desde que conseguiu uma passagem administrativa ou aprendeu o inglês dos técnicos e se tornou político. Este é o país do palhaço. Nós é que estamos a mais. E continuaremos a mais enquanto o deixarmos cá estar. A escolha é simples.
Ou nós, ou o palhaço.

Sem comentários!...

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

IEFP afasta jurista por actuar de forma isenta e imparcial


"...Para o jurista a questão é, no entanto, outra, já que antes a directora o havia criticado pela sua postura de "isenção e imparcialidade" face à lei, advertindo-o de que lhe poderia "prejudicar a carreira"..."
"...Tudo o que fizer ao contrário deste princípio prejudica a sua carreira", assim escreveu a directora num documento que dirigiu ao advogado e que este apresentou agora no Tribunal do Trabalho..."

Leia mais aqui

Mais uma vez (...fora aquelas que desconhecemos...), o POLVO ("...que controla, persegue e despede..."), mostra descaradamente a sua enorme capacidade de gerir com os seus "longos" tentáculos, as Instituições Públicas, Ex-Públicas e/ou onde o Estado tem "Golden Share's", neste País!...

sábado, 12 de dezembro de 2009

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

DELPHI/Guarda acrescenta mais 15 aos 300...


A DELPHI/Guarda acrescentou mais 15, aos 300 trabalhadores que irá despedir até ao final do ano.
Juntando a estes, mais 200 que sairão no 1º trimestre de 2010, somam 515 despedimentos no espaço de 3 a 4 meses! Convém lembrar que esta unidade fabril, tem neste momento, 950 trabalhadores. Chegou a ter quase 2000!...
Neste triste número de despedimentos, contam-se várias categorías de trabalhadores, como: 1 director de serviço, 2 chefes de serviço, 1 chefe de secção, 1 chefe de equipa, 5 verificadores de qualidade, 3 operadores de logística, 1 profissional de engenharia e 1 secretária de direcção.
Os TSD/Guarda, estão cada vez mais preocupados e apreensivos, com o rumo que este Distrito, bastante martirizado do interior, está a seguir!
Aliás no resto do País, esta situação é idêntica! Todos os dias se ouvem, nos noticiários das Televisões, mais pequenas e médias Empresas a fecharem as portas e os respectivos trabalhadores a "engrossarem" o triste número dos desempregados!
Não acreditamos que seja com promessas que daqui a 2 a 3 anos, já haverá bastantes empresas instaladas na PLIE e que irão dar emprego a muita gente, que se resolverá esta situação!...Mesmo que isso venha a acontecer (...o que nós duvidamos!...), como viverão até lá, estes desempregados, quando acabar o subsídio do desemprego?!...
As micro, pequenas e médias empresas, são as que geram postos de trabalho e que dão vida à economia local e nacional! Mas têm sido estas as mais sacrificadas! As grandes, quando não lhes interessa, deslocalizam as empresas e/ou as sedes, para outros países, onde os salários são mais baixos, onde os trabalhadores têm mais formação académica e onde os impostos são menos e mais baixos!
Perante esta situação de descalabro económico, quem arrisca investir, neste País?!
Os TSD/Guarda estão solidários com todos estes Trabalhadores, que infelizmente irão ficar, num futuro muito próximo, sem o seu "ganha-pão" e provávelmente já não passarão umas festas Natalícias tão felizes com a família, como certamente teríam previsto!

MEDINA CARREIRA, Novas Oportunidades é "TRAFULHICE"

"...Para o antigo titular da pasta das Finanças a iniciativa dos Ministérios da Educação e do Trabalho e da Solidariedade Social, que visa alargar até ao 12.º ano a formação de jovens e adultos, é “uma mentira” promovida pelo Governo..."

"...Isto é tudo uma mentira, enquanto formos governados por mentirosos e incompetentes este país não tem solução..."
 
Leia mais aqui

MAIS PALAVRAS PARA QUÊ?!... ESTE "SENHOR" SABE BEM O QUE DIZ!...

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

sábado, 5 de dezembro de 2009

SÓCRATES troca de telemóvel (face oculta)

"...O primeiro.ministro mudou de telefone na mesma altura em que os arguidos do processo ‘Face Oculta’. Segundo o SOL apurou, a partir de 25 de Junho o primeiro-ministro passou a recorrer a outros telefones para continuar a contactar o seu amigo Armando Vara, o que originou a extracção de mais certidões que foram encaminhadas pelo DIAP de Aveiro para o procurador-geral da República (PGR)..."
"...o DIAP de Coimbra abriu inquérito a esta estranha coincidência de trocas de telemóvel..."
E.......esta, heim?!......

Leia mais aqui

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Sócrates versus Ferreira...

"...José Sócrates, que hoje não disse se subscreve ou não as declarações de Vieira da Silva e de Ricardo Rodrigues!
A presidente do PSD respondeu:
"Acho que não tem consciência, como lhe disse, da importância do cargo que desempenha..."

"...Um primeiro-ministro tem de ter consciência de que isto é uma situação extremamente grave e não pode deixar de se pronunciar sobre ela..." defendeu Ferreira Leite..."

Leia mais aqui

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

É urgente devolver a esperança aos Portugueses

COMUNICADO
O Conselho Nacional dos TSD, reunido em Lisboa, para analisar a situação económica, social e sindical, torna públicas as seguintes conclusões:
1. O desemprego é a principal preocupação das famílias, com números cada vez mais impressionantes e que ultrapassam de longe as estatísticas oficiais.
Muitos desempregados, cansados e desiludidos, já não acreditam nos serviços públicos de emprego e desistiram de procurar trabalho; milhares de pessoas trabalham meia dúzia de horas semanais e não são por isso consideradas desempregadas; milhares de desempregados estão em acções de formação ou de baixa médica e também não contam como desempregados.
Ou seja, os números verdadeiros do desemprego em Portugal rondam os 630 mil e os 11% e, este contínuo aumento, prova o falhanço das políticas do governo de apoio às empresas e à economia.
2. Os TSD manifestam a sua satisfação pela decisão da Assembleia da República em travar a imediata entrada em vigor do Código Contributivo.
Com a situação actual – em que as micro, pequenas e médias empresas sentem enormes dificuldades para se manterem em actividade – o Código Contributivo iria agravar os problemas dessas empresas, forçando o encerramento de muitas e criando mais desemprego.
É incompreensível que o governo não perceba que esta não é a altura para impor às empresas e aos trabalhadores mais encargos fiscais ou para a Segurança Social, mas antes é tempo de adoptar políticas amigas do emprego e da economia real.
O governo, se honrasse o Acordo Social de 2006, então celebrado com os Parceiros
Sociais, teria nesse ano aprovado e implementado as alterações ao Código
Contributivo. Mas ao atrasar esse processo e agora fazer finca pé na sua entrada em vigor em Janeiro de 2010, em plena crise, só revela teimosia e insensibilidade para os reais problemas que as PME’s sentem para fazer face aos seus encargos diários.
3. As contas públicas, “controladas” até às eleições e que o governo afirmava situarem-se num défice de 5,9% no final do ano, passaram de repente para os 8,4%. E o
Orçamento Rectificativo que repetidamente o Primeiro-ministro declarou não ser necessário, acabou por dar entrada na Assembleia da República.
Este disparo do défice, se não beneficiasse das receitas extraordinárias, subiria para cima dos 10%, o que revela o desacerto das políticas económicas e financeiras do governo.
Mas, para os TSD, pior do que a dimensão do défice, é a falta de seriedade e de confiança que as contradições do governo transmitem ao País.
Afirmar uma coisa antes das eleições e os factos demonstrarem o seu contrário agora, deita por terra qualquer réstia de credibilidade dessas políticas.
Esta situação é dramática para a retoma da economia. E sem o relançamento da economia não é possível combater o desemprego e ajudar a atenuar os graves problemas sociais, que cada vez atinge mais camadas da nossa população.
Neste quadro, avultam ainda as graves declarações do Governador do Banco de
Portugal, a defender o aumento dos impostos.
Qualquer pessoa percebe que o Governador só fez aquelas afirmações depois de as ter combinado com o Primeiro-ministro.
E o aparente embaraço público que o Primeiro-ministro ensaiou face a isso, não passou do desmentido esperado e também combinado.
O Governador fez mais um frete ao governo socialista, como já fizera outros antes. O que é lamentável.
O Governador lançou a “necessidade” de aumentar os impostos, e não perde nada porque não é escrutinado em eleições. O governo “desmentiu” com a intenção de ficar bem visto perante o povo. Mas a “necessidade” ficou lançada para ser retomada em momento oportuno.
O aumento dos impostos atingiria sobretudo as classes médias, as micro, pequenas e médias empresas, que seriam mais uma vez as grandes sacrificadas.
Os TSD afirmam, sobre esta questão, que é incomportável qualquer agravamento de impostos agora ou no futuro.
4. Finalmente, os TSD apoiam e disponibilizam-se para contribuir para a negociação de um Pacto para o Emprego, a celebrar entre o governo e os Parceiros Sociais.
Aquando das eleições, no seu Manifesto Eleitoral, os TSD defenderam a necessidade de uma estratégia positiva que envolva o governo e os parceiros sociais em torno de políticas que contribuam para a dinamização da economia nacional.
É nossa convicção, que o diálogo social é ainda mais necessário em situações difíceis como a que atravessamos, a par do incremento da negociação colectiva ao nível dos vários sectores de actividade. É nesta perspectiva que nos posicionamos.
Mas de pouco valerão estes empenhamentos sectoriais, se o País em geral não sentir uma energia moralizadora, em especial dos poderes públicos, capaz de devolver a Esperança aos Portugueses. Os TSD exigem essa atitude, porque é o interesse dos portugueses que também a reclamam.

Lisboa, 28 de Novembro de 2009
O Presidente da Mesa do Conselho Nacional dos TSD

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Membro do Conselho Superior da Magistratura, advogado de JOSÉ PENEDOS...

...O advogado Rui Patrício discordou da crítica hoje feita pela Associação Sindical dos Juízes Portugueses (ASJP) relacionada com a dupla condição de membro do Conselho Superior da Magistratura e defensor de um arguido do processo Face Oculta...

Leia mais aqui

É preciso ter muita lata para fazerem isto mesmo à descarada! Logo arranjou um advogado que "por acaso" até é membro do C.S.M.
Os tentáculos do "POLVO" chegam a todo o lado!...
Quem é que neste "SÍTIO" aínda acredita na justiça?!...
Se calhar "A de FAFE", era capaz de ser mais eficaz e mais rápida a produzir resultados!

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Juiz de instrução de Aveiro diz ser «falsa» notícia sobre recusa de destruição de escutas

«O CSM informa que o juiz de instrução criminal de Aveiro António Costa Gomes comunicou que é falsa a notícia veiculada pela comunicação social no passado fim-de-semana, segundo a qual aquele juiz se teria recusado a cumprir a decisão do presidente do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) no âmbito do chamado processo Face Oculta»

Leia mais aqui

Era previsível!...
Esse juíz andar a mandar "bocas desse género"...
...Eis aqui (...mais uma vez...), os tentáculos (...cada vez mais longos...) do "POLVO" em plena actividade!... Os jornalistas e os respectivos jornais, aínda vão ser obrigados a publicar um desmentido!... Que maravilha, para se viver,
............"NESTE SÍTIO À BEIRA-MAR PLANTADO"...........

sábado, 21 de novembro de 2009

CAVACO SILVA - ...inverter "situação algo preocupante"

...O país precisa do contributo activo das comunidades locais para concretizar a recuperação económica", afirmou o Chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva, numa sessão em São João da Madeira, que marcou o encerramento da primeira jornada do Roteiro das Comunidades Locais Inovadoras...
...Lembrando a "situação algo preocupante" que o país atravessa, com o desemprego elevado, um endividamento que é "excessivo" e uma fraca competitividade internacional, Cavaco Silva renovou o apelo à mobilização dos portugueses para inverter o cenário...

Leia mais aqui

Pois é!.... O Sr P.R. tem "paletes" de razão! E o que têm feito estes responsáveis governamentais actuais, para tentar diminuir toda esta grave crise que "este sítio" está a atravessar?!...
Agora já não têm a desculpa... "do governo anterior"...
O défice "disparou" entre JAN. e OUT., cerca de 138%! ...
O "buraco" das contas públicas já chega aos 11,6 milhões de €!...
Segundo os analistas, o défice aumentou a um rítmo alucinante de perto de 38 milhões de €, POR DIA !...
Mesmo assim, o Sr. Pinto de Sousa, para compensar aquele(a)s que ficaram prejudicado(a)s nas últimas eleições, eis que distribui "job's" a "boys" & "girls" nos Governos Civis!
PAÍS DE MARAVILHA!...

"FACE OCULTA" - Pinto Monteiro arquiva escutas a José Sócrates


...Ao contrário do juiz de instrução criminal de Aveiro e do procurador titular do inquérito, João Marques Vidal, que entendiam haver indícios de um crime de atentado contra o Estado de Direito, Pinto Monteiro “considera que não existem elementos probatórios que justifiquem a instauração de procedimento criminal contra o senhor primeiro-ministro ou contra qualquer outro dos indivíduos mencionados nas certidões”...

Leia mais aqui




POIS CLARO!...
É ÓBVIO!...
ENTÃO ESTAVAM À ESPERA DE QUÊ?!...

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

TSD surpreendidos com Ministra do Trabalho...

COMUNICADO
A Ministra do Trabalho manifestou ontem a sua surpresa com os números do desemprego em Portugal e os TSD estranham essa surpresa.
De facto, as declarações da titular do Ministério do Trabalho só demonstram que não acompanha nem conhece a realidade do País na área económica e do emprego.
Para o governo só contam, pelos vistos, os desempregados das grandes empresas e que são objecto de notícia na comunicação social. Os trabalhadores provenientes das micro e pequenas empresas de todos os ramos de actividade, que todos os dias engrossam às centenas o número de desempregados, passam ao lado das atenções do governo.
Os números do desemprego são essencialmente resultantes da falência e encerramento de micro e pequenas empresas, que não aguentam as consequências da crise e que o governo nunca tomou medidas concretas para apoiar este segmento do nosso tecido empresarial.
Os números do desemprego mostram que as políticas de apoio às PME’s, repetidamente anunciadas pelo governo, falharam. Como se previa e como sempre alertamos.
Mas, infelizmente, os números reais do desemprego em Portugal não são apenas os que ontem vieram a público pelo INE.
Há muitos desempregados que já não acreditam nos serviços públicos de emprego e não se inscrevem no IEFP; há milhares de pessoas que trabalham meia dúzia de horas por semana e não são contabilizadas como desempregadas; há milhares de desempregados que estão integrados em acções de formação profissional ou de baixa médica e que não contam para as estatísticas do desemprego. Ou seja, os números reais do desemprego em Portugal ultrapassam claramente os 600 mil e rondam os 11%.
O governo tem obrigação de conhecer estes números e esta realidade.
Por isso, os TSD estranham a surpresa da Ministra do Trabalho pelos números do desemprego, porque os que ontem foram divulgados ficam aquém da realidade e, se o governo insistir nas suas políticas erradas, seguramente que o resultado vai ser o agravamento do flagelo do desemprego.

Lisboa, 18 de Novembro de 2009
O Secretariado Nacional

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

ALMEIDAS DO REGIME...

...Afinal, no meio de muita sucata, parece que aconteceram umas conversazinhas pouco edificantes que uns espiões políticos a soldo de uma qualquer força oculta, nacional ou estrangeira, sabe-se lá, puseram a circular para afectar a imagem do sítio e dos seus excelsos governantes. Esses terríveis espiões, que obviamente já têm o seu destino traçado, com um longo e merecido castigo, tiveram até o topete de desconfiar que o senhor presidente relativo do Conselho tinha cometido um atentado contra o Estado de Direito, crime punido até oito anos de cadeia. Almas venenosas, perversas, sem vergonha, que ousaram escutar e emitir certidões em que davam conta das suas suspeições...
...O sítio, manhoso, pobre, deprimido, cheio de larápios, recheado de mentirosos e obviamente cada vez mais mal frequentado, vai rapidamente retomar a sua vidinha triste e cinzenta...
...E as autoridades do costume vão imediatamente tomar as medidas necessárias e suficientes para impedir que algum espião perverso ao serviço de forças ocultas, possa mais alguma vez perturbar os negócios, os arranjinhos, as vigarices e os tráficos de influência das mais altas figuras do Estado de Direito...

António Ribeiro Ferreira
(C.M. 16-11-09)

Leia mais aqui

Colocámos aqui estes excertos deste Jornalista, porque achamos que ele, através da bela prosa que lhe é habitual, mostra toda a indignação e desconfiança que a maioría do Povo, tem para com os mais altos responsáveis que (des)governam (???) este "sítio"!...

sábado, 14 de novembro de 2009

PGR confirma que Supremo anulou e ordenou destruição das escutas entre Vara e Sócrates

...“O Senhor Presidente do STJ, no exercício de competência própria e exclusiva, julgou nulo o despacho do Juiz de Instrução Criminal que autorizou e validou a extracção de cópias das gravações relativas aos produtos em causa e não validou a gravação e transcrição de tais produtos, ordenando a destruição de todos os suportes a eles respeitantes”...

Leia mais aqui e... aqui

Ora aqui está, aquilo que já a maioría da gente esperava!...
O contrário é que sería de admirar!...
Perante isto, pergunta-se: o que é que o Sr. Procurador Geral da República, vai divulgar até ao final da próxima semana?!...

Que existiram umas escutas, mas que foram anuladas e mandadas destruir pelo S.T.J.?
País maravilhoso este, onde juízes anulam despachos de colegas que trabalharam bastante, com suporte em investigações morosas da P.J. e outras fontes (...pagas com dinheiros dos contribuintes...) e tudo isto, para quê?!...
O DIAP viu indícios de "crime de atentado contra o Estado de Direito", lê-se nalguma imprensa.
Mas isto não conta para nada, pelo menos para estes Srs.
Que os tentáculos do POLVO, chegavam a todo o lado, já nós sabíamos, mas esta é mesmo à descarada!...
Por isso é que o Sr. Pinto de Sousa, diz isto ! Pudera, está à vontade!

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

"FACE OCULTA"-Isso não é uma notícia, é um insulto», diz Sócrates



...mais um órgão de Comunicação Social a "ABATER"..., ou a ser comprado pelo "polvo", através de "Ongoing" (...ou outra similar...), com a ajuda da "Caixa" (...pois claro...), com dinheiros do "ZÉ POVINHO"!.....
PAÍS de maravilhas!...

Leia mais aqui

"FACE OCULTA" versus "watergate"...



Há imagens que valem por 1000 palavras!...

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

GOVERNO NOVO VIDA VELHA

No passado dia 26 Outubro de 2009, tomou posse o XVIII governo constitucional.
Desejamos boa sorte ao novo governo do Eng.José Sócrates, na esperança de que realize uma boa governação e que sirva bem o País.
Para além, da composição do governo, os titulares dos vários ministérios, que é mais importante quanto às expectativas do futuro.Seja qual for os ministros, será sempre o governo do Eng. José Sócrates, que governou quatro anos e meio e que hoje inicia um novo mandato.
E por ser o mesmo Primeiro-Ministro, há políticas do anterior governo com resultados já suficientemente testados que dispensam o novo governo de perder tempo, tão evidentes é a necessidade de implementar novas políticas.
É neste contexto que os Trabalhadore Social Democratas(TSD),desejam que o novo governo inscreva, de facto, o emprego e o combate à crise como a sua política priortária.
O Programa Novas Oportunidades foi apresentado pelo governo, mesmo agora na campanha eleitoral e com faustosa promoção publicitária, como exemplo das boas políticas na área da educação e formação, deu início em 2005.
Tem por objectivo, certificar,até 2010, um milhão de alunos com diplomas do ensino básico e secundário.
Até agora, segundo a comunicação social, apenas 300 mil alunos foram certificados. O que, para o programa cumprir a meta do milhão, é necessário que no próximo ano sejam certificados 700 mil alunos.Ou seja, é necessário que, num só ano, sejam passados mais do dobro dos diplomas que foram emitidos em 4 anos!...
Pelo que iremos assistir a uma de duas coisas; ou não é cumprido o objectivo que o governo tanto badalou e publicitou; ou os socialistas vão dar instruções aos responsáveis do programa para martelarem os números e baixarem os níveis de exigência,para assim chegar ao número mágico de um milhão.
Em qualquer das circunstâncias,para os portugueses,é muito claro, o governo não cumpriu, uma coisa são os anúncios, outra bem diferente é a realidade concreta.
As empresas continuam a fecharem, o desemprego continua a subir, os problemas sociais continuam a agravar-se. Todos prevêem o agravamento do desemprego para 2010. De um modo geral,as expectativas são negras para Portugal - o desemprego pode chegar aos 11% e aos 700 mil desempregados. Esta situação deve obrigar o governo a tomar medidas realistas e que tenham efeitos imediatos ao nível da economia real, apoiando as micro, pequenas e médias empresas, e não enveredar pelo " show off " dos grandes projectos, que só têm efeitos daqui a meia dúzia de anos e que apenas interessam aos negócios das grandes constutoras,
Eete quadro não deixa margem para dúvidas quando à necessidade de corrigir o rumo das políticas do relançamento da economia, da promoção do emprego e do apoio social aos desempregados e às famílias.
Os portugueses decidiram, no passado dia 27 de Setembro, a composição do futuro Parlamento e o governo para a próxima Legislatura. Os resultados eleitorais, ditaram a derrota da arrogância e do autoritarismo que marcaram a prática política da actual maioria absoluta socialista e apontam para uma solução governativo minoritário.
Os portugueses desejam um governo moderado e capaz de desenvolver o País e resolver os problemas da economia e das pessoas. Esperamos que este próximo governo dê prioridade ao relançamento da economia e ao combate ao desemprego, em diálogo e concertação com os representantes dos trabalhadores e empresários, comportamento que o actual governo sempre desprezou.

O Presidente da Mesa da Assembleia Distrital da Guarda
Alexandre Monteiro
guarda,9 de Novembro de 2009

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Salários: Aumentos de 1,5% "insustentáveis"

...Em Outubro, o governador do Banco de Portugal, Vítor Constâncio, defendeu no Funchal, que os salários devíam sofrer um aumento de 1,5% em 2010, considerando que esse valor está "dentro dos limites do razoável"...

...Em Novembro, o ministro da Economia, Vieira da Silva, considerou esta quarta-feira, que um aumento salarial de 1,5% para 2010 pode "não ser sustentável" e defendeu que os aumentos de salários devem ajustar-se ao actual ciclo económico...

Leia mais aqui

Péssimas notícias!...
Afinal em que ficamos?!...
Quando os "camaradas" se contradizem, é sempre o "pessoal" trabalhador é que aguenta com o "fardo" !!!......

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Maus costumes

Não há dúvida nenhuma. O senhor presidente relativo do Conselho é um homem com muito azar. Não se pode dar um pontapé numa pedra e saltam logo para a ribalta tios, primos, mãe, pai, amigos íntimos, professores e, claro, o próprio senhor presidente relativo do Conselho. Foi assim no caso da Cova da Beira, nos projectos manhosos da Guarda, na licenciatura em Engenharia, no Freeport e agora na operação ‘Face Oculta’.
É evidente que o senhor presidente relativo do Conselho diz-se vítima de perseguições, ódios pessoais, invejas políticas e outras coisas mais. Também é evidente que o senhor presidente relativo do Conselho não tem sido penalizado por todos estes casos, tanto do ponto de vista político como judicial. Antes pelo contrário. Governou quatro anos e meio com maioria absoluta, ganhou as últimas eleições Legislativas e aí está de novo à frente de um Executivo que tem por missão principal preparar novas eleições para o partido do senhor presidente relativo do Conselho voltar a ter maioria absoluta. E em matéria de Justiça estamos devidamente conversados.
Na Cova da Beira, apesar de muitas suspeitas, o senhor presidente relativo do Conselho é apenas testemunha de uma das arguidas, os projectos da Guarda foram devidamente arquivados, a licenciatura ficou na gaveta do Ministério Público, no Freeport é o que se sabe e agora, na ‘Face Oculta’, as conversas com o arguido e amigo Armando Vara estão há quatro meses no baú do senhor procurador-geral da República, prontas para ser despejadas na lixeira mais próxima quando chegar o momento oportuno.
Para grande satisfação dos suspeitos do costume, que já andam por aí a dar gritinhos de indignação pelo simples facto de um arguido ter sido escutado a ter conversas menos próprias com o senhor presidente relativo do Conselho.
Como se previa, a normalidade está prestes a ser reposta neste sítio horrível, pobre, deprimido, corrupto, manhoso e obviamente cada vez mais mal frequentado. Uma normalidade execrável e podre que serve às mil maravilhas aos abutres do costume, que se alimentam todos os dias à mesa do Estado e atiram para a miséria milhões de indígenas sem presente e muito menos sem futuro.
O senhor presidente relativo do Conselho é, sem dúvida nenhuma, a pessoa certa para alimentar, proteger, compreender e consolar nos momentos difíceis todas essas almas sequiosas de poder e dinheiro. Custe a quem custar, doa a quem doer. Justiça lhe seja feita.

Antonio Ribeiro Ferreira
(Jornalista)
(9-11-09)

Colocámos aqui este apontamento, deste conceituado jornalista, porque nos pareceu de uma análise "nua e crua", extraordináriamente bem explicitada e nos deixará muito pensativos e preocupados, com o futuro negro que se avizinha para os "indígenas" (como ele diz) que vivem neste rectângulo, pobre, deprimido, corrupto, etc, à beira mar plantado!

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Centro Educativo do Mondego (GUARDA)

05 Novembro 2009
Escapam de centro educativo, onde cumpriam pena...
...Após terem ameaçado um funcionário com uma barra de ferro, obrigando-o a entregar-lhes as chaves do seu carro, cinco rapazes, de 15 e 16 anos, fugiram na madrugada de ontem do Centro Educativo do Mondego, na Guarda, onde cumpríam penas pela prática de vários crimes...

Leia mais aqui

Os TSD/Guarda, estão bastante preocupados, com o rumo que está a tomar este País!
Cada dia que passa, ou é fábricas a fecharem, ou é trabalhadores entrarem em "lay-off", ou é trabalhadores a queixarem-se que, devido à imposição de objectivos (...em muitas situações sem meios físicos e humanos suficientes...), que por vezes não podem cumprir, são prejudicados nas carreiras (...os que estão no quadro, porque os que estão com contratos a termo, nem se podem queixar, porque se reclamam, RUA...!)!
O Centro Educativo do Mondego, na GUARDA, é um desses casos!
Os TSD/Guarda tiveram conhecimento, através da Comissão de Trabalhadores, de algumas situações em que os trabalhadores denunciam que as condições dos rapazes, devido às obras, são inadequadas e inseguras, os horários não são os melhores a uma vida familiar estável! Todos estes factores contribuíram para que nos últimos meses, os episódios de fuga se repitam, com um caso de agressão a um monitor e fuga! Agora mais uma fuga (...no carro particular do monitor...), de vários rapazes e sequestro do respectivo monitor! Segundo a C.T., tudo isto é devido à falta de recursos humanos e diminuição de monitores no turno da noite. Depois de meses à procura de respostas e soluções, a situação tende a agravar-se!
A C.T. efectuou hoje uma Vigília de Protesto, pelas 16H30M, frente ao Centro Educativo, onde por volta das 17H, deram conhecimento desta situação!

sábado, 31 de outubro de 2009

VALTER LEMOS - Secret. Est. do "trabalho"?!...

Este Sr. foi o "coveiro político" da Ex-Ministra da Educação e o Sr. Pinto de Sousa aínda o coloca, como Secret. de Estado do Trabalho???!!!........O que é que ele percebe do assunto, se tem tratado os Sindicatos como parasitas e não lhes dando o mínimo de importância?!... Foi ele que proferiu as maiores barbaridades contra os Prof's!
Foi também o maior responsável por toda a confusão que deu origem às maiores "manif's" de que há memória, desde o "25A". É também o principal responsável por tudo aquilo que os Prof´s estão a sofrer na pele! Esperemos bem que esta nova Ministra, estude bem todos os dossiers onde este Sr. esteve envolvido e que se ponha "fina", porque caso contrário, prevêmos num futuro próximo, muita confusão sócio-sindical com o resto dos trabalhadores deste País! Este Sr. já há muitos anos que ambiciona um lugar de Ministro, nem que para issso tenha que passar pelo cadáver do(a) maior amigo(a)!
Estamos completamente de acordo, com as afirmações de Carvalho da Silva!

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

FACE OCULTA - Os tentáculos do "POLVO"...

…Manuel Godinho, presidente da empresa de tratamentos de resíduos, envolvida no processo ‘Face Oculta’, beneficiou de uma extensa rede de gestores ligados ao PS para conseguir os melhores negócios em várias empresas participadas pelo Estado...
...A PJ entende que Armando Vara, Paulo Penedos, Paiva Nunes, Paulo Costa e Carlos Vasconcellos receberam avultadas contrapartidas financeiras e patrimoniais para ‘abrirem as portas’ daquelas empresas participadas pelo Estado às empresas de Manuel Godinho.
Armando Vara e Lopes Barreira são nomes centrais dessa «rede tentacular», segundo as palavras do DIAP do Baixo Vouga. Amigo de Vara e um dos fundadores da Fundação para a Prevenção e Segurança (polémica entidade que Vara criou enquanto secretário de Estado de António Guterres), Lopes Barreira tem um passado de ligação ao Partido Socialista, ‘mexendo-se’ muito bem nos corredores do poder. Em 1999 foi acusado pelo general Garcia dos Santos, então presidente da JAE (Junta Autónoma de Estradas), de o ter tentado pressionar para contratar militantes socialistas para os quadros daquela empresa pública.
...No processo ‘Face Oculta’, Lopes Barreira é dado como membro de uma «rede tentacular», que, «a troco de vantagens patrimoniais e/ou não patrimoniais» terá exercido a «sua influência junto de titulares de cargos governativos e políticos, titulares de cargos de direcção com capacidade de decisão ou com acesso a informação privilegiada, no sentido de favorecerem» as empresas de Manuel Godinho...
...Paiva Nunes, segundo a PJ de Aveiro, terá favorecido as empresas de Godinho em diversos concursos lançados por aquela empresa. Paiva Nunes chegou a pedir a Manuel Godinho que lhe indicasse três empresas para uma consulta ao mercado que o grupo EDP iria realizar, ao que o líder da O2 indicou duas sociedades por si lideradas e um empreiteiro da sua confiança. O objectivo era claro: o grupo de Godinho ganharia o concurso...
...Carlos Vasconcellos, ex-administrador do grupo Refer, é mais um gestor público que alegadamente terá sido subornado por Manuel Godinho. Segundo a PJ, Vasconcelos terá recebido de Godinho cerca de 2.500 euros em numerário para que lhe «continuasse a fornecer informação privilegiada sobre o posicionamento, o pensar e o sentir da administração da Refer», segundo se pode ler no mandado das buscas realizadas na passada quarta-feira. Vasconcellos foi uma peça importante na tentativa de afastamento da administração liderada por Luís Pardal. O ex-administrador do grupo REFER, hoje simples funcionário, tinha sido afastado por Pardal depois de a empresa ter descoberto, através de um inquérito interno, o seu envolvimento nos alegados favorecimentos às empresas de Godinho nas adjudicações da gestora da rede ferroviária...
(DN 30-10-09)

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

JOSÉ PENEDOS/ REN(1)

Presidente da REN será arguido, mas rejeita demitir-se ...
...Também é arguido Paulo Penedos, filho de José Penedos e advogado das empresas de Godinho, suspeito de ter intermediado esses negócios ilegais e que terá recebido 270 mil euros em comissões. O seu papel era usar o seu poder de influência junto do pai. No processo, a que a RTP teve acesso, consta que Godinho terá oferecido avultadas contrapartidas financeiras a Paulo Penedos para que que este garantisse a renovação do contrato de gestão entre a REN e as empresas de Godinho, usando o poder de decisão de José Penedos como presidente do conselho de administração da empresa pública.
...Por haver indícios de que o presidente da REN está envolvido neste esquema, será constituído arguido, segundo disse ao jornal 'I' uma fonte ligada ao processo. O ex-secretário de Estado de Guterres (primeiro Indústria e Energia e depois da Defesa) já garantiu à RTP que não se demite. José Penedos insiste que as suas decisões como presidente da REN não são influenciáveis, que não tem qualquer mácula no seu comportamento e que seu filho não tem qualquer ligação com a empresa pública...

Leia mais aqui ...

...A retirada de confiança política ao vereador socialista Paulo Penedos, na Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares, foi ontem um dos temas em destaque na sessão do Executivo liderado pelo social-democrata Jaime Soares. As declarações que foram proferidas surgiram na sequência de uma carta enviada pelo PS ao autarca, que dirige os destinos da edilidade poiarense há mais de 30 anos, onde lhe era anunciada a retirada de confiança política a Paulo Penedos...

Resta acrescentar que este "menino bem", deu-se ao luxo de passear de FERRARI, aquando das eleições para a Câmara!

Leia mais aqui

MAIS COMENTÁRIOS PARA QUÊ?!...
E ISTO..., POR AQUILO QUE SABEMOS, AÍNDA SÓ É A PONTA DO "ICEBERG" ONDE AS Ex-EP's ESTÃO METIDAS!...

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

JOSÉ PENEDOS/ REN

Nós aínda estamos "incrédulos" com toda esta situação!
Conhecemos este Sr..... aínda dos tempos das "lides sindicais" em que ele (...militante do PS, e dirigente sindical do SINDEL...), nos vários plenários Inter-Sindicais, fartou-se de utilizar este tipo de afirmações:
"abaixo o patronato reaccionário"; "abaixo os lacaios dos patrões" (...segundo ele, eram os outros Sindicatos, que não eram da côr, claro...)...etc....etc...
Depois de alguns problemas a nível da EDP (empresa da qual faz parte, há muitos anos...), eis que o Sr. Pinto de Sousa, lhe dá um "empurrãozinho" e coloca-o (...como "boy" naquele "job"...), como Presidente da REN.
Agora aparece o filho, ligado a uma das empresas investigadas, na chamada...
"face oculta" !
Conclusão "nossa":
INFELIZMENTE ISTO VAI DAR EM... NADA!...
É UM "FAIT DIVERS"....para atirar com serradura para os olhos do "zé povinho"!...
O PROCURADOR GERAL DA REPÚBLICA JÁ VEIO DIZER QUE É UM PROCESSO "MUITO COMPLEXO". E COMO EM PORTUGAL, OS PROCESSOS "COMPLEXOS" ARRASTAM-SE (...ou fazem por isso...), ANOS E ANOS ATÉ PRESCREVEREM, DEPOIS ARQUIVAM-SE!...
O "POLVO" TEM TUDO SOB CONTROLE"!...
ELE PROTEGE SEMPRE OS BOYS AND GIRLS (...de cartão, claro!...)

terça-feira, 27 de outubro de 2009

sábado, 24 de outubro de 2009

AUGUSTO SANTOS SILVA



Percurso político bastante interessante, mas também não ficará mal acrescentar mais este adjectivo: "trauliteiro"!


Agora é que vai ser... "MALHAR NA OPOSIÇÃO"...


"CONTRA A OPOSIÇÃO, MARCHAR, MARCHAR!"


Vai ser giro vêr a cara dele, quando tiver que passar revista a uma formação militar ao lado do Presidente da República.
É bom relembrar (...para as mentes mais esquecidas...), que foi durante a campanha para as presidenciais, em Janeiro de 2006, que Santos Silva associou a eleição de Cavaco Silva, "o candidato apoiado pela direita", a uma tentativa de "golpe de Estado constitucional".

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Total de desempregados cresceu 29,1% em Setembro

"...O número de desempregados inscritos nos centros de emprego subiu 29,1 por cento em Setembro em relação ao mesmo mês do ano passado e aumentou 1,7 por cento face a Agosto, segundo os dados hoje divulgados pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP)..."


Leia mais aqui

"...Presidente do IEFP considera aumento do desemprego "normal"..."

Leia mais aqui

Mas como é possível, haver altos responsáveis, fazerem afirmações deste tipo..."aumento do desemprego, normal"?!...
Mas em que País é que nós vivemos?!...
Num País "decente", este Sr., já tinha sido "corrido", porque o normal sería ele mostrar preocupação por estas situações!...
Como reagirão aquele(a)s que ficarão sem o seu sustento (...nalgumas situações, casais na mesma empresa...), nos próximos tempos, depois de verem e ouvirem este tipo de afirmações?!...
É que segundo INE, já vamos em 516.500 desempregados inscritos no IEFP (...oficiais, porque reais, já ultrapassa os 600.000!...)! Falta contabilizar os 150.000 que Sócrates prometeu (???)há 4 anos!... Infelizmente, agora e após as eleições(???), começam a surgir na imprensa, quase diáriamente, despedimentos a "torto e a direito"! Quase 500 na QUIMONDA (...alguns despedidos por SMS...); quase 500 na DELPHI-Guarda; previsão do encerramento da DELPHI em PONTE DE SÔR; CONTROLINVESTE; MÉDIA CAPITAL; Etc..., etc...,

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Nova Ministra do Trabalho e Solidariedade Social

"...A nova ministra é actualmente Secretária-Geral Adjunta da Confederação Europeia de Sindicatos (CES), responsável pelo Diálogo Social Europeu e Política Social Europeia..."
Leia mais aqui

"...é uma excelente surpresa, pois é uma pessoa com grande capacidade de trabalho e muito sensível às questões sociais e ao diálogo...", disse João Proença (...Secret. Geral da UGT e seu camarada do PS...)!

Por acaso, nós já a conhecemos o suficiente, aquando das nossas "lides sindicais", por terras "lusas", "europeias" e não só!...
Estaremos cá para ver e aguardaremos com expectativa!...
Até provas em contrário... damos-lhe... "O BENEFÍCIO DA DÚVIDA"...

"...Gostava também que a nova ministra do Trabalho corrigisse determinados aspectos do Código do Trabalho...", declarou Manuel Alegre ao Expresso

...Também nós gostávamos que fossem corrigidos muitos aspectos do Código do Trabalho!...

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

DELPHI - GUARDA, dispensa mais 500 trabalhadores...

...A saída dos trabalhadores da empresa de componentes para o sector automóvel, um dos maiores empregadores do distrito da Guarda...

...Em Portugal a empresa...já parou por diversas vezes a produção este ano e prevê cortar boa parte dos postos de trabalho.

Leia mais aqui

Quanto a nós, isto é uma situação muito grave, pois só vem aumentar aínda mais o desemprego numa zona já de si bastante massacrada!
Temos consciência de que não há soluções fáceis para este enorme e grave problema, mas não deixamos de acreditar numa vida melhor para todos, com maior e mais solidariedade, por parte das Instituições Públicas (...Locais e Nacionais...)!...
Porque será que "estas situações" (...Quimonda...,Oliva, etc...), só começam a aparecer após as Eleições?!... Será coincidência? Então não tem sido este Governo, que de há uns tempos para cá, tem vindo a dizer aos Portugueses que a crise em Portugal já estava a passar e que até já havia "sinais de retoma"?!...

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Jovens à procura do 1º emprego e trab. precários, são os mais vulneráveis à pobreza!...

"...No que respeita aos sinais de pobreza, os inquiridos para este estudo mencionam com maior frequência dados como a inexistência de água, luz eléctrica ou casa de banho. “Podemos dizer que a inexistência de condições mínimas de salubridade continua a ser o indicador de pobreza mais consensual, não havendo ainda menção alargada a formas de pobreza mais modernas”, lê-se no estudo..."

Leia mais aqui

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Jornal de Sexta pode regressar à TVI «um dia destes»

Com o "POLVO" a contolar a TVI (...através da ONGOING, melhor dito..., Portugal Telecom...), quem acredita nisto ?!...

FREEPORT: Fax refere 2 milhões de libras em "luvas"

..."Os efeitos dos acontecimentos do fim-de-semana, com os revezes sofridos pelo PS, nomeadamente nas eleições autárquicas, incluindo Lisboa, e a demissão do Governo de Guterres significam que Sócrates deixou de ser Ministro do Ambiente e que vai haver um compasso de espera de quatro ou cinco meses até que for eleito um novo Governo e nomeado um novo Ministro”, escreve Payne a Rick Dattani, que, por sua vez, reenvia o texto para um outro administrador, Jonathan Rawnsley"...

Veja mais aqui

MAS NÃO HÁ NINGUÉM, NESTE RECTÂNGULO À BEIRA MAR PLANTADO (...tipo BALTAZAR GARZON, com "eles" no sítio!...), QUE DE UMA VEZ POR TODAS, ESCLAREÇA TODA ESTA SITUAÇÃO?!...
É QUE OS PORTUGUESES CONTINUAM A SER "ENGANADOS"!...
E A QUEM APROVEITA(OU), TODA ESTA SITUAÇÃO?!...

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

18% de pobres em PORTUGAL, com tendências para piorar!...

...18% dos portugueses são pobres. Uma realidade que as instituições de apoio social dizem estar a agravar-se...
...Além disso, a AMI destaca que há cada vez mais novos casos de pobreza. No primeiro semestre deste ano "foram 1836 as pessoas que recorreram pela primeira vez ao apoio social da AMI, mais 24 por cento do que no mesmo período no ano anterior"...

Leia mais aqui

AFINAL ONDE ESTÁ O SOCIALISMO, DAS AMPLAS LIBERDADES, DEFENDIDO POR ESTES "AUTO PROCLAMADOS" DEFENSORES DOS MAIS DESFAVORECIDOS" ?!...
As pessoas vivem cada vez com mais dificuldades! Se calhar a culpa é do "governo anterior"!...

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

MANUELA MOURA GUEDES - ERC declara ilegal decisão da TVI

...Na mais dura deliberação produzida (por unanimidade) pela Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERC) a administração da TVI é acusada de ter agido ilegalmente na decisão de suspender o Jornal Nacional de Sexta, apresentado por Manuela Moura Guedes. O regulador assume mesmo que este acto administrativo vai ter consequências na "avaliação intercalar" que será feita sobre o desempenho da operadora de televisão. Mais ainda, vai ser aberto um processo de contra-ordenação contra a estação de Queluz...

Leia mais aqui e aqui

PORQUÊ SÓ AGORA (...após as eleições...) ESTA "DURA" DELIBERAÇÃO?!..................
"CONSEQUÊNCIAS"?!.... "AVALIAÇÂO INTERCALAR"...?!...
MAS O QUE É ISTO?!... ALGUÉM ACREDITA, QUANDO "O POLVO"(*) JÁ TEM O CONTROLO DA TVI ATRAVÉS DA ONGOING (...melhor dito, PORTUGAL TELECOM!...)?!...
(*)-Se quer saber mais sobre "o polvo", faça uma pesquisa neste blog!...

terça-feira, 13 de outubro de 2009

QUIMONDA, menos 100 trab. despedidos (dos previstos)!...

"...Também o secretário-geral da UGT, João Proença, disse à Lusa estar “muito preocupado” com a situação dos trabalhadores da Qimonda..."

"...Esperamos que o novo Governo dê mais atenção à situação concreta das empresas, sobretudo ao diálogo com os sindicatos que não se faz só na área do Ministério do Trabalho, mas que tem de se fazer também na área do ministério da Economia..."

Até que enfim que este Sr. apareceu a dizer que está "muito preocupado"!...
Nós até pensavamos que a UGT já nem existia!...
Quando assinou o "acordo laboral", esqueceu-se(???) das futuras implicações que daí adviríam!... Porque será que este tipo de "retórica", só aparece, normalmente, após eleições onde o PS (partido dominante nesta Central Sindical) tem a maioria de votos?!...

Leia mais aqui

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

QUIMONDA, mais 590 trabalhadores despedidos!

...Este número é muito superior aos 230 contratos de trabalho que a administração pretendia suspender, por negociação voluntário ou despedimento colectivo, conforme foi anunciado na assembleia de credores, no passado dia 29 de Setembro...

Leia mais aqui

O mínimo que os TSD podem fazer, é solidariezar-se com estes Trabalhadores que veem de um momento para o outro, a sua vida pessoal e familiar, completamente alterada!

J. PAULO ANTUNES, ganha Junta ao PS...

Aqui ficam os nossos parabéns e desejos de sorte para o futuro, ao nosso companheiro dos TSD/Guarda, JOSÉ PAULO ANTUNES e à sua equipa, apoiada pelo PSD, pela conquista da Junta de Freguesia de Cavadoude (40º35'10,97''N 7º17'16,12''W)-GUARDA e dominada até agora, desde há várias dezenas de anos, pelo PS!... Por aqui se vê, que quem trabalha como deve ser, a recompensa normalmente aparece!...

Aqui fica um grande abraço amigo e solidário dos TSD/Guarda.

P.S. - De salientar que esta é a terra natal de Joaquim Valente, eleito na lista do PS/Guarda para a Presidência da Câmara!

sábado, 10 de outubro de 2009

PGR defende magistrado considerado afecto ao PS

...o mesmo magistrado, ficou conhecido no passado, por ter arquivado um processo contra o antigo presidente da Câmara de Cascais, José Luís Judas, e por ter aparecido depois num jantar de homenagem a esse autarca eleito pelo PS...

Leia mais aqui

...MAIS UMA AJUDINHA..., PARA "ABAFAR" O FREEPORT"!...
...QUE VIRÁ A SEGUIR?!...

Agressões ao "estilo PREC"... na GUARDA

Só agora tomámos esta posição, porque esperávamos qua a Comunicação Social local(???), desse a conhecer ao público, alguns factos ocorridos ontem numa caravana automóvel do PSD, pelas ruas das Freguesias da Guarda.
Os TSD, entre outros, foram maltratados nessa comitiva, por volta das 23h20m! Seguíam na caravana automóvel, numa viatura particular, com vários elementos, quando a caravana passou pela zona da Sequeira, e num cruzamento, cerca de 20 a 30 elementos (a maioría, funcionários da Câmara Municipal...), que estavam ao lado de uma (..das muitas...) viatura de campanha do PS, onde também estava o nº2 da lista concorrente do PS à Junta de Freguesia (onde a Sequeira está inserida), a caravana foi obrigada a parar! De seguida e coercivamente, o candidato do PSD, a outra Junta de Freguesia da Guarda, foi obrigado a saír da viatura. Houve alguns confrontos físicos! Após alguma acalmia relativa, a caravana reeiniciou o percurso. Só que, qualquer viatura que passasse junto a "essa gente" (...quanto a nós, "energúmenos"!), tudo o que fosse bandeiras ou qualquer outro elemento identificativo no exterior da viatura, era PURA E SIMPLESMENTE ARRANCADO OU QUEBRADO. Foi o que aconteceu com uma bandeira dos TSD, que como ía fixa na porta traseira da viatura, partiram o pau de suporte! Apresentámos também a devida queixa na PSP, após as 24h! Tanto quanto sabemos, a PSP deslocou-se ao local, passado pouco tempo, para identificar "essa gente" e acabou por se deparar também com o candidato do PS, à Junta de Freg. onde aquela zona pertence! Acabou por pedir desculpa e que ele nem estava presente, etc. etc!...
É bastante triste, termos que colocar aqui este tipo de situação, mas não nos calamos nem aceitamos que isto fique IMPUNE! E são alguns desses "energúmenos" (..que nós bem conhecemos...) que nas comemorações do 25 de Abril, andam por aí, com o punho fechado no ar e de rosa ao peito, a gritar: "viva o 25 de abril"... "viva a liberdade"???!!!........

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

70 milhões de € !!!.....

...o referido investimento é do Fundo de Pensões, isto é, das reformas dos trabalhadores...

Leia mais aqui

Nós já o dissemos aqui e verificou-se! "O POLVO", como raramente deixa fugir as presas, se não as apanha com 1 tentáculo, tenta com 2 ou 3.
Só não comprou a TVI aos camaradas (...mais que falidos!...) castelhanos da PRISA, por causa da escandaleira que provocou! Agora utiliza dinheiros do Fundo de Pensões dos Trabalhadores da PT, para injectar numa Ongoing, com graves problemas financeiros, mas que entretanto comprou(???) 35% da Média Capital, dona da TVI.
Aqui há uns anos, um sindicato com bastante representatividade na EDP, o SINERGIA, fez uma proposta à administração da época, para que os trabalhadores pudessem também, além da Empresa, participar na gestão de um fundo idêntico, para evitar futuras situações menos claras sobre a aplicação e gestão desse fundo. Essa administração não aceitou!...
Por aqui se vê, que o SINERGIA sabia o que estava a fazer e o porquê dessa proposta!...

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

PS - ora à esquerda, ora à direita...

...A resposta já foi dada pelo ainda ministro Augusto Santos Silva, que, em declarações à TSF, confirmou que o PS vai governar ora à Direita ora à Esquerda, "consoante as leis que quisermos aprovar"...

Leia mais aqui

ESTAREMOS CÁ PARA VER O QUE O SR. PINTO DE SOUSA FARÁ, NO QUE TOCA AO FAMIGERADO CÓDIGO LABORAL!...

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Tribunal Constitucional Italiano anula lei que dava imunidade a Berlusconi

...A maioria dos 15 juízes, considerou que a lei Alfano, aprovada seis meses após o regresso de Berlusconi ao poder, no ano passado, viola o princípio constitucional da igualdade de todos os cidadãos perante a lei.
...A decisão implica que Berlusconi possa vir a ser julgado em breve por processos que correm contra ele nos tribunais de Milão e Roma...

Leia mais aqui

...EM ITÁLIA, BERLUSCONI ACUSA O ÓRGÃO DE SER "INSTRUMENTO DA ESQUERDA"
...E EM PORTUGAL, O QUE SE PASSA?!...
...CASA PIA; FREEPORT; COVA DA BEIRA; PROJECTOS DA GUARDA; FÁTIMA FELGUEIRAS; ETC, ETC,
...COM UMA MAIORÍA DE ESQUERDA HÁ 11ANOS E MEIO NO PODER, SERÁ QUE O TRIBUNAL CONSTITUCIONAL É DE DIREITA?!...

sábado, 3 de outubro de 2009

COMUNICADO

O Secretariado Nacional dos TSD, hoje reunido, analisou a actualidade política, económica e social do País, aprovando as seguintes conclusões:
O Programa Novas Oportunidades foi apresentado pelo governo (...)
(...) mesmo agora na campanha eleitoral e com uma faustosa promoção publicitária, como um exemplo das boas políticas na área da educação e formação.
Este programa arrancou em 2005 e tem por objectivo certificar, até 2010, um milhão de adultos com diplomas do ensino básico e secundário.
Até agora, segundo a comunicação social, apenas 300 mil alunos foram certificados. O que, para o Programa cumprir a meta do milhão, é necessários que no próximo ano sejam certificados 700 mil alunos.
Ou seja, é necessário que, num só ano, sejam passados mais do dobro dos diplomas que foram emitidos em 4 anos!...
Pelo que iremos assistir a uma de duas coisas: ou não é cumprido o objectivo que o governo tanto badalou e publicitou; ou os socialistas vão dar instruções aos responsáveis do programa para martelarem os números e baixarem os níveis de exigência, para assim tentarem chegar ao número mágico de um milhão.
Em qualquer das circunstâncias, para os TSD e para os portugueses, é muito claro que também neste Programa, que o governo não teve escrúpulos em instrumentalizar na campanha eleitoral, uma coisa são os anúncios, outra bem diferente é a realidade concreta.
Em termos económicos, começam a surgir posições de organismos especializados, nacionais e internacionais, a anunciarem o começo da superação da crise, mas, ao mesmo tempo, todos prevêm o agravamento do desemprego para 2010.
De um modo geral, as expectativas são negras para Portugal - o desemprego pode chegar aos 11% e aos 700 mil desempregados. Esta situação deve obrigar o governo a tomar medidas realistas e que tenham efeitos imediatos ao nível da economia real, apoiando as micro, pequenas e médias empresas, e não enveredar pelo “show off” dos grandes projectos, que só têm efeitos daqui a meia dúzia de anos e que apenas interessam aos negócios das grandes construtoras.
Os portugueses decidiram, no passado dia 27 de Setembro, a composição do futuro Parlamento e o governo para a próxima Legislatura.
Os resultados eleitorais ditaram a derrota da arrogância e do autoritarismo que marcaram a prática política da actual maioria absoluta socialista e apontam para uma solução governativa minoritária ou de coligação.
Os portugueses desejam um governo moderado e capaz de desenvolver o País e resolver os problemas da economia e das pessoas.
Os TSD esperam que o próximo governo dê prioridade ao relançamento da economia e ao combate ao desemprego, em diálogo e concertação com os representantes dos trabalhadores e empresários, comportamento que o actual governo sempre desprezou.

Lisboa, 03 de Outubro de 2009
O Secretariado Nacional

CAVACO e SÓCRATES, colocam ponto final no caso das escutas

...A ordem é para que o PS não pegue no caso e que fique na cabeça das pessoas o ponto essencial que o primeiro-ministro quis vincar pela voz de Pedro Silva Pereira: S. Bento nunca fez escutas à Presidência...

Leia mais aqui

P.S. -...será verdade?!... Nós já estávamos a prever uma situação deste tipo! Leia aquilo que dissemos, 5 "post's" mais abaixo!

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Portugal perde mais 92 mil empregos no próximo ano

...Desemprego aumenta para os 550 mil, ou seja, haverá mais 47 mil pessoas afectadas em relação aos últimos dados do desemprego. A economia cresce 0,4% em 2009 e só em 2012 regista uma expansão acima de 1%. O défice orçamental será de 6,9% do PIB este ano e sofre novo agravamento em 2010...

Leia mais aqui

P.S. : - Estamos já a prever vêr "o filme" do Sr. Pinto de Sousa ("montado" pelas respectivas "agências de comunicação"...), a "desculpar-se", que, ..."tudo isto é culpa da crise internacional"

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

JARDIM: Portugal "é um país louco"

..."houve papéis em mãos de jornalistas que falavam de hipotéticas conspirações" e que "esses papéis, estando nas mãos de um ou vários jornalistas do Público, foram parar aos jornalistas do jornal rival, o Diário de Notícias, que, assim, prestou serviço ao PS pelo que, agora, vamos ver qual é o prémio dos jornalistas que passaram os papéis para o jornal rival"...

Leia mais aqui

...dá para pensar muito sériamente neste "assunto"...

Função Pública: nº de trabalhadores diminuiu 42.839 nos últimos 4 anos

...O número de funcionários públicos registou um decréscimo de 42.837 nos últimos quatro anos, fixando-se nos 523.119 no final de Junho...

...e assim vai este "paraíso" (...segundo o Sr. Pinto de Sousa...) à beira-mar plantado!...

Leia mais aqui

JUÍZES perderam a confiança no C.S.M.

...A Associação Sindical dos Juízes Portugueses declarou que «repudia» a suspensão da classificação do magistrado Rui Teixeira e que «os juízes perderam a confiança» no Conselho Superior da Magistratura, pedindo a demissão de quem votou a favor da suspensão...

Leia mais aqui

...por estas e por outras, é que se pode ver como vai a justiça neste "rectângulo à beira-mar plantado"!...

terça-feira, 29 de setembro de 2009

CAVACO SILVA, acusa PS de tentar "encostá-lo" ao PSD

...Cavaco considerou que a publicação do e-mail naquela altura, tinha os mesmos 'objectivos visados pelas declarações produzidas em meados de Agosto'...

Leia mais aqui

P.S. - Quanto a nós, ficámos pouco esclarecidos com as declarações do Sr. Presid. da República!... Esperamos (???) por melhores dias...

PACHECO PEREIRA, exige "esclarecimento cabal" do PS

...Pacheco Pereira sustentou que "tem de haver um esclarecimento cabal do Partido Socialista sobre as responsabilidades que lhe são imputadas pelo Presidente da República".

Leia mais aqui

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

CAVACO SILVA, marca declaração para amanhã às 20h

Esperemos que o "tabu" do Sr. Presid. da República, traga algum esclarecimento a toda esta situação! É que o PSD já foi penalizado, em parte, por causa desta situação!... Só esperamos que agora não passem uma esponja por cima deste "imbróglio", para que o Sr. Pinto de Sousa, saia incólume de toda esta "tramóia", que segundo se consta por aí, bem orquestrada pelo "polvo"!...

ROHDE - mais 160 em 'lay-off'...

A fábrica de calçado ROHDE deixou hoje em casa mais 160 funcionários, no âmbito do processo de 'lay-off' que vigora desde 11 de Setembro, embora tenha recebido entretanto novas encomendas...

Leia mais aqui

Por estas e por outras, se vai vendo (infelizmente), o "paraíso laboral" que o Sr. Pinto de Sousa incansávelmente tem vindo a "apregoar" por tudo o que é sítio por esse País!
Gostávamos de vêr este Sr., daqui a uns meses, vir dizer... "que a culpa da crise é do governo anterior".

domingo, 27 de setembro de 2009

Legislativas 2009

CARLOS PEIXOTO e JOÃO PRATA, do PSD/Guarda, passarão a ser os representantes dos eleitores do Distrito da Guarda na Assembleia da República, a par dos outros 2 elementos eleitos nas listas do PS.

Da parte dos TSD/Guarda, aqui ficam desde já os parabéns, desejos de sorte e um bom desempenho nas suas novas funções.

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Legislativas 2009-Lista candidatos PSD pelo Distrito da Guarda

ANTÓNIO CARLOS PEIXOTO - Gouveia
JOÃO JOSÉ PINA PRATA - Guarda
ÂNGELA MARIA GUERRA - Pinhel
HUGO ALMEIDA MIRANDA - Fornos de Algodres
ANTÓNIO PLÁCIDO SANTOS - Trancoso
CARLA SOFIA SEQUEIRA - Mêda
ANTÓNIO RODRIGUES ANTUNES - Guarda
MARIA JOÃO NEGRÃO RAMOS - Manteigas

Contacto dos candidatos: gentedeca.psd@gmail.com

terça-feira, 22 de setembro de 2009

TGV,"o maior fiasco financeiro dos últimos 50 anos"

...O professor universitário Álvaro Santos Pereira afirmou hoje que a concretização do projecto português de alta velocidade ferroviária (TGV), no momento actual, vai ser "o maior fiasco financeiro dos últimos 50 anos"...



Leia mais aqui


sábado, 19 de setembro de 2009

Bloco é contra... mas Louçã investiu em PPR


BEM PREGA FREI TOMÁS...

...Francisco Louçã investiu 30 mil euros. Miguel Portas, Fernando Rosas e mais duas deputadas do Bloco também apostaram em PPR. Ana Drago e Joana Amaral Dias compraram acções em privatizações...

Expresso (19/09/09)

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Manifesto aos Trabalhadores Portugueses

Comunicado

Nas próximas Eleições Legislativas, o que está em causa é a continuação das fracassadas políticas do governo socialista dos últimos quatro anos e meio, ou uma mudança capaz de devolver a confiança e a esperança aos Portugueses.
Portugal está pior!
O governo socialista beneficiou de condições únicas para poder cumprir o seu programa – teve uma maioria parlamentar absoluta, a solidariedade estratégica do Presidente da República, a Europa a crescer em bom ritmo, a compreensão dos Parceiros Sociais e a tolerância da opinião pública.
Apesar disso, o governo do Eng. José Sócrates não cumpriu as promessas feitas aos portugueses – aumentou todos os impostos, agravou o desemprego, acentuou o nosso atraso face aos parceiros europeus, o País está mais endividado e as classes médias mais enfraquecidas. Todos estes sacrifícios impostos aos portugueses foram em vão – económica e socialmente, Portugal está pior do que em 2005.
Quando o governo hoje se desculpa que a crise financeira internacional é que impediu o cumprimento do seu programa, isso não é verdade. Em meados 2008, antes daquela crise financeira, todos aqueles indicadores já eram negativos.
De facto, a crise representou mais sacrifícios para os trabalhadores, para as famílias e para as empresas mas, para o governo, está a funcionar como a sua “tábua de salvação”, para encobrir e justificar o falhanço das suas políticas.
Arrogância e insensibilidade social
A agressividade, a arrogância e a prepotência foram a imagem de marca da governação socialista – entrou em choque com os profissionais das Forças de Segurança, com os Magistrados, com os Médicos e Enfermeiros, com os trabalhadores da Administração Pública e com os Professores, muitas vezes ferindo a dignidade profissional destes sectores e tentando sempre virar o País contra eles.
A guerra que o governo moveu aos Professores ultrapassou todos os limites, impondo-se, na próxima Legislatura, pacificar as escolas e os seus trabalhadores, revertendo as situações de injustiça criadas e ganhando-os para as mudanças necessárias na Educação.
Todos estes conflitos, foram inúteis – as reformas que o governo invocava para impor aquelas políticas, sem negociação séria, não tiveram qualquer efeito na melhoria dos serviços públicos, no desenvolvimento do País ou no bem estar dos cidadãos.
Agora, em véspera de eleições, o Eng. José Sócrates apresenta-se com “falinhas mansas”, nega a sua prática de quatro anos e meio e, tentando ludibriar os Portugueses, afirma que no futuro será diferente.
Ou seja, o ar seráfico e oportunista do Eng.º José Sócrates, revela que ele continua igual a si próprio, não é confiável!...
Vencer as dificuldades. Este é o quadro da governação socialista, ao qual não nos podemos resignar.
Nos últimos 14 anos, Portugal foi governado 11 anos e meio pelo PS. Os nossos parceiros europeus avançam, Portugal marca passo. Portugal já viveu tempos de crescimento superior à média da União Europeia. É possível voltarmos a convergir com a Europa. É firme convicção dos TSD, que o projecto do PSD é o melhor para vencermos os obstáculos que temos pela frente e, com políticas correctas, TRABALHO e capacidade empreendedora, vamos ser capazes de dar a volta e tornar Portugal um país mais próspero, no qual sintamos alegria e orgulho de viver.
Portugal precisa de um novo ânimo, precisa de recuperar a confiança na política, precisa de um rosto credível, íntegro e competente a chefiar o governo.
Para os TSD – Trabalhadores Social Democratas, cinco preocupações prioritárias marcam o nosso compromisso:
1. Criar Emprego
O efeito mais dramático do governo PS e da actual situação económica e social é o infeliz recorde histórico de mais de meio milhão de desempregados.
A questão que mais preocupa os portugueses é o emprego. Rara é a família que não tem alguém desempregado.
O PS prometeu criar 150 mil novos empregos. Mas quando chegou ao governo havia 387 mil desempregados e hoje há, oficialmente, 517 mil portugueses no desemprego. Embora, na realidade, haja mais de 600 mil desempregados!...
Só com a economia a funcionar bem podemos criar mais emprego. O que exige políticas coerentes nas áreas do investimento, educação, formação e novas tecnologias, novas mentalidades empresariais e modernização das estruturas produtivas.
É prioritário
•relançar o crescimento económico, privilegiando os apoios às micro, pequenas e médias empresas, que são as principais criadoras de emprego. Apoiar as PME é apoiar a economia real, o emprego e as famílias.
•privilegiar a manutenção dos actuais postos de trabalho, para travar o aumento do desemprego;
•apostar na criação de novos postos de trabalho e na qualificação dos recursos humanos;
•combater o desemprego jovem, o desemprego qualificado e o desemprego de longa duração.
O Governo centrou a sua política no apoio aos desempregados de longa duração, aos jovens e aos desempregados com mais de 55 anos, o que, sendo necessário e devendo manter-se, é claramente insuficiente na situação actual. É necessário garantir que os desempregados não caiam em situações de pobreza e de exclusão, pelo que, a título excepcional e temporário, deve ser alargado o período da concessão do subsídio de desemprego;
2. Dignificar o Trabalho
O Trabalho é o principal factor de criação de riqueza e de realização do Homem.
Ao contrário do que fez o governo socialista, é preciso apostar na dignificação do trabalho, através do combate ao trabalho ilegal e do incentivo às relações de trabalho saudáveis, à valorização da dimensão social da empresa e à livre negociação colectiva.
Impõe-se:
•incentivar uma cultura de empresa assente na convergência estratégica entre empresários e trabalhadores e numa efectiva participação destes na vida da empresa;
•pugnar por salários justos, tendo em conta os ganhos de produtividade e a necessidade de melhorar as condições de vida das famílias;
•assegurar o cumprimento da legislação laboral e contratação colectiva;
•promover as reformas necessárias na administração da justiça que permitam aos Tribunais do Trabalho decidirem sobre os processos em prazo razoável, que queremos de seis meses.
3. Valorizar a Negociação Colectiva e a Concertação Social
A negociação colectiva é um instrumento importante no mercado de trabalho, mas não tem sido devidamente valorizado.
A contratação colectiva tem inúmeras vantagens. Os acordos livremente celebrados entre as partes contribuem para a necessária adaptabilidade interna das empresas e para a paz social, factores essenciais para o sucesso de qualquer empresa ou sector de actividade.
De igual modo é importante reforçar o papel da Concertação Social, envolvendo a participação dos Parceiros Sociais nas reformas necessárias ao desenvolvimento do País e procurando criar um Pacto Nacional para o Emprego que ajude a encontrar as melhores respostas à situação de crise em que vivemos.
4. Segurança Social
É completamente FALSO que o PSD queira privatizar a Segurança Social
. Não há nada no Programa Eleitoral do PSD ou qualquer declaração da sua Presidente, Dra. Manuela Ferreira Leite, que indicíe qualquer propósito nesse sentido. Pelo contrário!
Essa acusação falsa foi lançada pelo PS, para depois a tornar “realidade” através da comunicação social e assim ter um motivo artificial de ataque ao PSD. É a forma enganosa do PS fazer política.
Essas acusações também visam desviar a atenção das aplicações que o governo do Eng. José Sócrates fez com os dinheiros da Segurança Social na bolsa (ou no Casino como ele diz). De facto, em Outubro do ano passado, o próprio Ministro do Trabalho afirmou publicamente que a carteira de investimentos da Segurança Social tinha perdido nos primeiros 9 meses 3,14% do seu valor total por causa da crise internacional.
O montante investido na bolsa, algum nos Estados Unidos, rondou os 1900 milhões de euros e as perdas foram de 300 milhões de euros. Porque escondem os socialistas estes factos aos Portugueses? Afinal, quem delapida os dinheiros da Segurança Social?
Para nós, a Segurança Social pública é um pilar do Estado Social, que convictamente defendemos, e um instrumento insubstituível para atenuar as desigualdades sociais, apoiar os mais carenciados, garantir pensões dignas aos reformados e pensionistas e combater a pobreza e a exclusão social.
5. Prestigiar a Administração Pública
Todos os sectores mudam e a Administração Pública também tem de acompanhar essa mudança e inovação, mas mudança não deve confundir-se com uma cruzada contra os trabalhadores da Administração Pública, como tem feito o governo socialista.
Pelo contrário, deve ser concertada com os parceiros sociais e partilhada pelos próprios trabalhadores do sector que, como em qualquer outro ramo de actividade, serão os primeiros a quererem ver avaliado e reconhecido com isenção o seu trabalho e premiado o seu mérito profissional.
É necessário simplificar de forma drástica os procedimentos burocráticos, tornando a Administração Pública mais ágil e eficiente, para servir melhor os cidadãos e as empresas.

Lisboa, 12 de Setembro de 2009
O Secretariado Nacional